Free Joomla Template by HostMonster Reviews

Ler Antes de Ler | 2019/2020

2020-02

Fundação José Relvas

Neste mês de Carnaval, houve uma grande e divertida GRANDE BIRRA e também uma KOIZA na Biblioteca Municipal, ambas acompanharam as muitas crianças, desde o Pré-Escolar ao 1º Ciclo do Ensino Básico, que nos visitaram ou que nós fomos visitar. Na verdade, tanto o Jorge como a Magda estavam muito mal-humorados!
O Jorge, por mais que procurasse a GRANDE BIRRA ela teimava em esconder-se. A Magda, que tinha tudo e mais alguma KOIZA, ainda assim, queria muito mais!
Apesar do mau humor de ambos, passámos por momentos bem divertidos!
No final, e no fim de uma boa conversa, perceberam que não vale a pena tamanhas birras, nem tamanhas ambições, mas sim encontrar soluções para ultrapassarmos as dificuldades e necessidades que nos surgem no dia-a-dia! Até breve, voltem sempre!

Jardim de infância

Neste mês de Carnaval, houve uma grande e divertida GRANDE BIRRA e também uma KOIZA na Biblioteca Municipal, ambas acompanharam as muitas crianças, desde o Pré-Escolar ao 1º Ciclo do Ensino Básico, que nos visitaram ou que nós fomos visitar. Na verdade, tanto o Jorge como a Magda estavam muito mal-humorados!
O Jorge, por mais que procurasse a GRANDE BIRRA ela teimava em esconder-se. A Magda, que tinha tudo e mais alguma KOIZA, ainda assim, queria muito mais!
Apesar do mau humor de ambos, passámos por momentos bem divertidos!
No final, e no fim de uma boa conversa, perceberam que não vale a pena tamanhas birras, nem tamanhas ambições, mas sim encontrar soluções para ultrapassarmos as dificuldades e necessidades que nos surgem no dia-a-dia! Até breve, voltem sempre!



2020-01

Fundação José Relvas

O “Ler antes de Ler” Voltou! O ano 2020 aí está com novas histórias, novos contos e novos sonhos que os livros e a contadora de histórias fazem “saltar cá para fora” através da palavra e das emoções! As crianças do Jardim de Infância de Alpiarça e do Centro Infantil da Fundação José Relvas viveram mais um desses momentos imersivos. Sempre atentos ao drama de Percy e dos seus amigos animais,dos trabalhos de recuperação das suas casas “Depois da Tempestade”, sentiram o ambiente da floresta através de efeitos especiais – sons, imagens e até vento“verdadeiro”! Falámos sobre o que se está a passar ou passou no Mundo, mais propriamente com as cheias e ventos em Portugal e os fogos na Austrália, onde animais, árvores, plantas, bens materiais e vidas humanas se perdem/perderam, depois das tempestades. Foi relembrado que, a solidariedade, a entreajuda, o trabalho em equipa e a partilha entre todos, torna tudo mais fácil. No final tiveram oportunidade de se experimentarem, a fazer a “sua trovoada” utilizando um artefacto para tal e …adoraram!! Obrigado pela vossa visita! Até breve!



Jardim de infância

O “Ler antes de Ler” Voltou! O ano 2020 aí está com novas histórias, novos contos e novos sonhos que os livros e a contadora de histórias fazem “saltar cá para fora” através da palavra e das emoções! As crianças do Jardim de Infância de Alpiarça e do Centro Infantil da Fundação José Relvas viveram mais um desses momentos imersivos. Sempre atentos ao drama de Percy e dos seus amigos animais,dos trabalhos de recuperação das suas casas “Depois da Tempestade”, sentiram o ambiente da floresta através de efeitos especiais – sons, imagens e até vento“verdadeiro”! Falámos sobre o que se está a passar ou passou no Mundo, mais propriamente com as cheias e ventos em Portugal e os fogos na Austrália, onde animais, árvores, plantas, bens materiais e vidas humanas se perdem/perderam, depois das tempestades. Foi relembrado que, a solidariedade, a entreajuda, o trabalho em equipa e a partilha entre todos, torna tudo mais fácil. No final tiveram oportunidade de se experimentarem, a fazer a “sua trovoada” utilizando um artefacto para tal e …adoraram!! Obrigado pela vossa visita! Até breve!



2.



2019-12

Fundação José Relvas

Obaxxxx!
Esta menina que adorava contar histórias, vivia em África, na sua aldeia com casas de palha e assentes em terra vermelha, rodeada pelas montanhas e pela floresta, onde existiam os mais fantásticos animais. Mas nem todos os seus amigos acreditavam nas suas histórias!
Pelas mãos da contadora, no ambiente exuberante da savana africana, as histórias de vida de Obax cruzaram-se com as que ela própria adorava contar. E a magia aconteceu, mesmo! Choveram pedras, folhas, neve e também flores!
No mês de Natal, já com as férias à vista, as crianças do ensino pré-escolar até ao 1º ciclo do ensino básico, ouveram esta história fantástica,dentro e fora de portas da nossa Biblioteca. A todos os nossos amiguinhos desejamos um Feliz Natal e um Bom Ano Novo!
Ahhhhhh, e não se esqueçam de pendurar a Obax na vossa Árvore de Natal!!
 


Jardim de infância



2019-11
 
Fundação José Relvas 

De que cor é um beijinho? Foi essa a história e, simultaneamente, a questão que andou no ar entre as dezenas e dezenas de crianças que nos visitaram ou que nós fomos visitar neste mês de novembro. A chover ou a fazer sol, os grupos de crianças foram-se sucedendo: do Centro Escolar Dr. Abel Avelino, EB1/JI de Alpiarça, Centro Infantil da Fundação José Relvas e EB/JI do Frade de Baixo. Como sempre, a contadora foi adaptando a história aos contextos, mas como ponto comum nas diferentes idades, ficou a questão “De que cor é um beijinho?”. Muitas foram as respostas que levaram à apresentação do livro de Rocio Bonilla (com o mesmo titulo) e da personagem principal da história, a simpática Mónica ou Minimóni, como carinhosamente lhe chamavam os pais e amigos. A partir daí, toda a história se desenrolou, com muitas cores, luzes, perguntas e opiniões…, mas a dúvida da personagem principal continuou a persistir: afinal, de que cor é um beijinho?? Após os momentos imersivos entre as palavras vindas da história, as múltiplas cores que surgiam no teto, as muitas sugestões que foram surgindo sobre “De que cor é um beijinho”, a contadora lançou o desafio…cada um deles pintar a cor do seu próprio beijinho! E, para terminar, foi distribuída uma surpresa docinha e colorida… beijinhos para todos!! Obrigado e …até breve meus amigos, boas leituras!

 
Jardim de infância

De que cor é um beijinho? Foi essa a história e, simultaneamente, a questão que andou no ar entre as dezenas e dezenas de crianças que nos visitaram ou que nós fomos visitar neste mês de novembro. A chover ou a fazer sol, os grupos de crianças foram-se sucedendo: do Centro Escolar Dr. Abel Avelino, EB1/JI de Alpiarça, Centro Infantil da Fundação José Relvas e EB/JI do Frade de Baixo. Como sempre, a contadora foi adaptando a história aos contextos, mas como ponto comum nas diferentes idades, ficou a questão “De que cor é um beijinho?”. Muitas foram as respostas que levaram à apresentação do livro de Rocio Bonilla (com o mesmo titulo) e da personagem principal da história, a simpática Mónica ou Minimóni, como carinhosamente lhe chamavam os pais e amigos. A partir daí, toda a história se desenrolou, com muitas cores, luzes, perguntas e opiniões…, mas a dúvida da personagem principal continuou a persistir: afinal, de que cor é um beijinho?? Após os momentos imersivos entre as palavras vindas da história, as múltiplas cores que surgiam no teto, as muitas sugestões que foram surgindo sobre “De que cor é um beijinho”, a contadora lançou o desafio…cada um deles pintar a cor do seu próprio beijinho! E, para terminar, foi distribuída uma surpresa docinha e colorida… beijinhos para todos!! Obrigado e …até breve meus amigos, boas leituras!

Fotos:



2019-10

Jardim de Infância 

As crianças do pré-escolar ao 1º Ciclo do Ensino Básico, do ensino oficial e particular, da sede do concelho de Alpiarça ao Lugar do Frade de Baixo, acompanharam as aventuras de dois amigos ratos, primeiro pelo campo, depois pela cidade. À semelhança do que já tinha acontecido com alguns dos seus progenitores, a contadora de histórias transportou as crianças ao mundo fantástico da bela fábula de Esopo “O rato do campo e o rato da cidade”. Embaladas pelas canções que foram entoadas, entre o ouvir e o partilhar, foram ficando claras as vantagens de viver no campo e de viver na cidade, confirmando o moral da história: mais vale uma vida simples e feliz do que uma vida farta, mas cheia de perigos e dificuldades. A todos foram distribuídos origamis “Quantos quero” com…ratos!!!
E assim se iniciaram as atividades de animação da leitura deste ano letivo, no âmbito da Rede de Bibliotecas de Alpiarça, com os projetos “Ler antes de ler” “Voltamos Já! Ouver um conto na Biblioteca Municipal” e “AnimaLeitura”.
Desejamos a todos um excelente ano, com muitas e boas leituras, e…até breve!!

Fotos:


Fundação José Relvas

As crianças do pré-escolar ao 1º Ciclo do Ensino Básico, do ensino oficial e particular, da sede do concelho de Alpiarça ao Lugar do Frade de Baixo, acompanharam as aventuras de dois amigos ratos, primeiro pelo campo, depois pela cidade. À semelhança do que já tinha acontecido com alguns dos seus progenitores, a contadora de histórias transportou as crianças ao mundo fantástico da bela fábula de Esopo “O rato do campo e o rato da cidade”. Embaladas pelas canções que foram entoadas, entre o ouvir e o partilhar, foram ficando claras as vantagens de viver no campo e de viver na cidade, confirmando o moral da história: mais vale uma vida simples e feliz do que uma vida farta, mas cheia de perigos e dificuldades. A todos foram distribuídos origamis “Quantos quero” com…ratos!!!
E assim se iniciaram as atividades de animação da leitura deste ano letivo, no âmbito da Rede de Bibliotecas de Alpiarça, com os projetos “Ler antes de ler” “Voltamos Já! Ouver um conto na Biblioteca Municipal” e “AnimaLeitura”.
Desejamos a todos um excelente ano, com muitas e boas leituras, e…até breve!!

Fotos:

 
Visitas: 261