Free Joomla Template by HostMonster Reviews

“Conto-vos um conto, contem-nos um também!”

Fruto de experiências esporádicas anteriores, tivemos a perceção da importância de fazermos chegar, regularmente, atividades de animação da leitura, muito especialmente a arte de contar um conto, aos utentes das associações/instituições (IPSS) de apoio à 3ª idade existentes no concelho de Alpiarça, nomeadamente a Associação de Reformados e Pensionados do Concelho de Alpiarça (ARPICA) e a Fundação José Relvas. Assim, em estreita colaboração com as equipas de animação destas duas  entidades, passámos a oferecer atividades de animação da leitura aos seus utentes, no espaço da nossa Biblioteca Municipal ou, em alternativa, nos seus próprios espaços.

Esta iniciativa tem proporcionado, de parte a parte, fruto do salutar convívio entre todos os intervenientes, momentos muito especiais de partilha, pejados de cumplicidade e afetos. Depois, as contadoras de histórias procuram, elas próprias, entrar nas histórias de vida dos seus ouvidores, para que se avivem memórias, fazendo com que lhes contêm as suas histórias e outras também, registando-as nós para memória futura. Afinal “Conto-vos um conto, contem-nos um também!”
 



Atividades, ano a ano, mês a mês: 

2020 - Fevereiro 
 
ARPICA

Desta feita, os nossos amigos do Centro de Dia e do Lar da Fundação José Relvas, e da ARPICA tiveram uma surpresa chamada KOIZA. Uma bela história para pequenos e graúdos que enfatiza um grande mal da sociedade actual: o de alguns terem tudo e mais alguma KOIZA e, ainda assim, quererem ter SEMPRE muito mais! E muitas vezes sem saberem bem o quê!! O momento de contação levou-nos à partilha de muitos exemplos deste grande mal, tanto no antigamente como actualmente.Fruto da sua proverbial idade, todos concluíram que não vale a pena tamanhas ambições, que muitas das vezes resultam em grandes desgraças, para os próprios e para os outros. Para terminar tiveram oportunidade de desenhar e partilhar a visão plástica de uma KOIZA, transportando o seu interior para o papel. Muito obrigado pela vossa visita, até breve!



Fundação José Relvas

Desta feita, os nossos amigos do Centro de Dia e do Lar da Fundação José Relvas, e da ARPICA tiveram uma surpresa chamada KOIZA. Uma bela história para pequenos e graúdos que enfatiza um grande mal da sociedade actual: o de alguns terem tudo e mais alguma KOIZA e, ainda assim, quererem ter SEMPRE muito mais! E muitas vezes sem saberem bem o quê!! O momento de contação levou-nos à partilha de muitos exemplos deste grande mal, tanto no antigamente como actualmente.Fruto da sua proverbial idade, todos concluíram que não vale a pena tamanhas ambições, que muitas das vezes resultam em grandes desgraças, para os próprios e para os outros. Para terminar tiveram oportunidade de desenhar e partilhar a visão plástica de uma KOIZA, transportando o seu interior para o papel. Muito obrigado pela vossa visita, até breve!


2020 - Janeiro

Fundação José Relvas

Cá estamos no Novo Ano com Novas histórias e Novos bons momentos de partilha em “Conto-vos um conto, contem-nos um também!“. Os utentes do Centro de Dia e do Lar da Fundação José Relvas vieram ouver “Quem tudo quer tudo perde”, uma bela história à volta do velho provérbio popular, em que a contadora nos conduziu ao cerne da questão e das lições de vida que daí se podem tirar. Dos exemplos que foram partilhados, concluiu-se que o dito provérbio popular continua bem atual! Muito obrigado por mais este bom momento, até breve!
 


ARPICA

Aos utentes da ARPICA demos as boas vindas para este primeiro “Conto-vos um conto, contem-nos um também!” deste Ano Novo! Que seja um Bom Ano com muita saúde, paz e alegria. Que continuemos a partilhar histórias, contos, memórias de um passado sempre recente avivado pela contadora. Os provérbios populares deram novamente o mote “Quem tudo quer tudo perde” um provérbio popular que, apesar da sua origem se perder no tempo, se torna hoje tão atual! Foi com grande entusiasmo que partilhámos acontecimentos das nossas vidas, dos nossos amigos e familiares, onde realmente o provérbio “Quem tudo quer tudo perde”, se encaixou perfeitamente. Ficou a promessa de nos voltarmos a encontrar, para novas histórias e mais momentos felizes! Até breve!

 

 
Atividades desenvolvidas nos anos anteriores: 2019 e 2018
 
 
 
Visitas: 703